A Mais de 40 anos
cuidando do seu
maior bem

slide-item-01

Medicina escolar

slide-item-02

Assistência à
Creche

slide-item-03

Escola que tem URMES
está sempre passando bem

slide-item-04
URMES NEWS

Febre do Chikungunya

A Febre do Chikungunya é uma doença causada por um vírus do gênero Alphavirus transmitida pelos mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus. O Aedes aegypti é o mesmo mosquito que transmite a Dengue e o Zika vírus.

No Brasil, a circulação do vírus foi identificada pela primeira vez em 2014. O termo chikungunya refere-se à aparência curvada dos pacientes que foram atendidos na primeira epidemia documentada, na Tanzânia, localizada no leste da África, entre 1952 e 1953.

A infecção pelo vírus Chikungunya provoca febre alta de início rápido, dores intensas nas articulações dos pés e mãos, além de dedos, tornozelos e pulsos. Pode ocorrer ainda dor de cabeça, dores nos músculos e manchas vermelhas na pele. Os sintomas costumam persistir por 7 a 10 dias, mas a dor nas articulações pode durar meses ou anos e, em certos casos, converter-se em uma dor crônica incapacitante para algumas pessoas. Cerca de 30% dos casos não apresentam sintomas.

O período de incubação da doença é de dois a doze dias após a picada do inseto. Depois de infectada, a pessoa fica imune pelo resto da vida.

Não existe tratamento específico nem vacina disponível para prevenir a infecção por esse vírus. O tratamento sintomático é o indicado e não é recomendado usar o ácido acetil salicílico (AAS) devido ao risco de hemorragia. Recomenda‐se repouso absoluto ao paciente, que deve beber líquidos em abundância. A principal medida para evitar a doença é impedir a reprodução do mosquito.

Dra.Silvia Camara
Coord.Centro de Estudos URMES
CRM: 52.47206-5

Responsável Técnico: Isabella Ballalai - CRM 52.48039-5

Febre Amarela
DMX Web Solutions