A Mais de 40 anos
cuidando do seu
maior bem

slide-item-01

Medicina escolar

slide-item-02

Assistência à
Creche

slide-item-03

Escola que tem URMES
está sempre passando bem

slide-item-04
DICAS URMES - MEDICINA ESCOLAR

LEUCORRÉIA ("CORRIMENTO")

..........A eliminação de secreção pela vagina ocorre normalmente, por ação hormonal, na recém-nascida e no período da puberdade, não devendo ser motivo de preocupação nestas ocasiões.

..........Na infância o "corrimento" é um sinal que corresponde, na grande maioria dos casos, à vulvovaginite. Varia em quantidade, aspecto, coloração, odor, e pode ser acompanhado de coceira, irritação e ardor.

..........As características anatômicas e funcionais dos genitais da criança, os tornam mais vulneráveis à infecção.

..........As vulvovaginites específicas são causadas por bactérias (gonococos), fungos (cândidas), parasitas (tricomonas), vermes (oxiurus) e outros.

..........As vulvovaginites inespecíficas não tem um agente conhecido, ocorrendo devido à ação de diversos fatores como:

  • infecções das vias urinárias
  • introdução de corpos estranhos na vagina
  • hábito da menina levar as mãos aos genitais, carregando germes através dos dedos sujos
  • limpeza do ânus de trás para a frente, após a evacuação, levando fezes para a região genital
  • roupas inadequadas, apertadas e de tecido sintético (lycra, náilon)

..........Portanto, na prevenção de vulvovaginites, é fundamental o cuidado com a higiene, mantendo a região vulvar limpa e seca após urinar e evacuar, a limpeza do ânus de frente para trás, e o uso de roupas adequadas.

..........Caso seja identificada leucorréia, a criança deve ser levada a seu pediatra assistente, para orientação e tratamento adequados.

Dra. Silvia Camara
Coord. Centro de Estudos - URMES

 

Atuall Digital