A Mais de 40 anos
cuidando do seu
maior bem

slide-item-01

Medicina escolar

slide-item-02

Assistência à
Creche

slide-item-03

Escola que tem URMES
está sempre passando bem

slide-item-04
DICAS URMES - MEDICINA ESCOLAR

PEDICULOSE (Piolho)

A pediculose é uma infestação causada por um parasita, o Pediculus humanus ( piolho ), inseto que se alimenta de sangue.

O piolho da cabeça é comum na infância e tem sido um problema freqüente no ambiente de Creche / Escola.
           
O diagnóstico é feito pelo encontro do parasita ou seus ovos (lêndeas) nos cabelos. A coceira na nuca, principalmente à noite, é o sinal mais comum, e pode levar à escoriação e conseqüente infecção do couro cabeludo.

A transmissão ocorre pelo contato direto com as pessoas infestadas ou através de seus pertences pessoais (pentes, escovas, chapéus, pregadores de cabelo, travesseiros, lençóis, toalhas, etc. ).

A criança com pediculose deve ser tratada o mais brevemente possível, sob orientação de seu pediatra, evitando dessa forma a disseminação da doença. As  lêndeas devem ser retiradas mecanicamente da seguinte forma:

  1. Molhar um pedaço de algodão em uma solução de vinagre (diluído em água na proporção 1:1);
  2. Com ajuda do algodão embebido nesta solução, envolver os fios de cabelo (no máximo 3 ou 4 de cada vez) pressionando-os contra os dedos, e puxar lentamente no sentido da base do cabelo para a ponta e com a outra mão, segurar a base do cabelo para não machucar a criança;
  3. Trocar sempre que necessário o algodão, até que todas as lêndeas sejam retiradas.

Apesar do afastamento das atividades não ser obrigatório, recomenda-se que a criança com pediculose fique em casa para maior êxito do tratamento.

São também medidas importantes na prevenção e controle da pediculose na Creche / Escola:

  • Repetir o tratamento após uma semana. Passar o remédio (loção, xampu ou creme) com o cabelo seco.
  • Passar o pente fino nos cabelos diariamente, durante uma semana , de preferência no banho no chuveiro, usando antes um creme condicionador. Lavar e desinfetar o pente.
  • Lavar a cabeça diariamente evitando deixar os cabelos úmidos e prender os cabelos somente quando estiverem secos.
  • Não compartilhar roupas e objetos de uso pessoal com outras pessoas. Na Creche / Escola cada criança deve ter seu pente ou escova, guardado separadamente dos das outras crianças e conservado de forma higiênica.
  • A inspeção dos cabelos das crianças para averiguar a presença de piolhos e / ou lêndeas deve ser feita com freqüência, e outros membros da família e os adultos em contato com as crianças também devem ser inspecionadas.
  • Pais e responsáveis devem ser avisados caso ocorra algum caso de pediculose na turma de seus filhos.

O sucesso da prevenção e controle da pediculose na Creche / Escola depende da colaboração e esforço de todos.




Dra. Isabella Ballalai
Diretora Técnica – URMES.


Atuall Digital