A Mais de 40 anos
cuidando do seu
maior bem

slide-item-01

Medicina escolar

slide-item-02

Assistência à
Creche

slide-item-03

Escola que tem URMES
está sempre passando bem

slide-item-04
DICAS URMES - ASSISTÊNCIA À CRECHE

CANDIDÍASE (Monilíase) - "Sapinho"

A candidíase é uma infeção da pele e mucosas, causada pelo fungo cândida, na maioria dos casos da espécie albicans.

A cândida albicans está presente na pele e mucosas de pessoas sadias, podendo tornar-se patogênica sob certas condições: umidade, maceração, baixa imunidade, gravidez, uso de antibióticos, corticóides, anticoncepcionais, etc.

Na criança a infeção é localizada mais freqüentemente na mucosa da boca, região das fraldas e pregas de flexão, como axilas.

A candidíase oral se manifesta por placas esbranquiçadas nos lábios, língua, face interna das bochechas e "céu da boca", removíveis com certa dificuldade, deixando uma base inflamada.

Na região da fralda e pregas de flexão, a pele se apresenta intensamente avermelhada, úmida, podendo surgir lesões bolhosas.

A cândida também pode provocar infecções vaginais e das unhas.

Complicações como esofagite, endocardite e infeção generalizada são mais comuns em pessoas imunodeprimidas.

Pode ocorrer transmissão de pessoa para pessoa, pelo contato com secreções da boca, da pele, da vagina, ou através de objetos contaminados.

O tratamento é feito com medicamentos antifúngicos.

Alguns cuidados são importantes na prevenção e controle da candidíase na creche/escola:

• limpeza e desinfecção das superfícies e objetos levados à boca pelas crianças (obs: marcar chupetas e evitar brinquedos de pano).
• Uso de fraldas descartáveis e toalhas de banho/lençóis individuais.
• Lavagem das mãos com água e sabão após o uso do banheiro, troca de fraldas e higiene das crianças.
• Diagnóstico e tratamento precoce dos casos, evitando complicação e disseminação.
• As crianças pequenas com candidíase oral (exploram o ambiente com a boca e não controlam sua salivação) devem ser afastadas da creche/escola, só devendo retornar após cura, com atestado médico de liberação.

Dra. Silvia Camara
Coord. Centro de Estudos URMES

DMX Web Solutions