A Mais de 40 anos
cuidando do seu
maior bem

slide-item-01

Medicina escolar

slide-item-02

Assistência à
Creche

slide-item-03

Escola que tem URMES
está sempre passando bem

slide-item-04
DICAS URMES - ASSISTÊNCIA À CRECHE

DERMATITE DE FRALDAS (“ASSADURA”)

O uso de fraldas nos dois primeiros anos de vida, é causa frequente de dermatite (“assadura”).

A oclusão com umidade constante e a retenção de urina e fezes, levam a irritação da pele e favorecem a infecção secundária por bactérias e fungos.

A irritação da pele é agravada por substâncias químicas contidas nas fraldas, detergentes ou amaciantes usados na lavagem das mesmas, além de pós, óleos e medicações tópicas inadequadas.

A região das fraldas torna-se avermelhada e com discreta descamação, poupando as dobras. Estes sinais podem aumentar e surgir pequenas bolhas, fissuras, erosão e secreção, no caso de infecção secundária.

São alguns cuidados importantes na prevenção: a troca frequente das fraldas; banho cuidadoso da genitália sem sabões irritantes; a aplicação de agentes tópicos protetores suaves após a higiene completa.

Nos casos de dermatite de fralda, procurar deixar a pele o máximo possível exposta ao meio ambiente e eventualmente ao sol.

Cuidado com as fraldas descartáveis, cujos constituintes químicos podem causar irritação ou sensibilização, o mesmo podendo ocorrer com alguns sabões detergentes ou desinfetantes. Portanto as fraldas de tecido devem ser lavadas preferencialmente com sabão de coco ou glicerina, muito bem enxaguadas e amaciantes não devem ser usados. Não usar calças plásticas e não agasalhar excessivamente a criança.

O tratamento com medicação tópica deve ser orientado pelo pediatra da criança.


DMX Web Solutions