A Mais de 40 anos
cuidando do seu
maior bem

slide-item-01

Medicina escolar

slide-item-02

Assistência à
Creche

slide-item-03

Escola que tem URMES
está sempre passando bem

slide-item-04
DICAS URMES - ASSISTÊNCIA À CRECHE

MEDICAMENTOS NA CRECHE

Algumas recomendações são importantes em relação a administração de medicamentos na com segurança:

1) O horário da medicação:
Evitar mandar para a creche remédios que devam ser tomados 1 ou 2 vezes ao dia. Só devem ser ministrados na escola doses que realmente não possam ser oferecidas no horário em que a criança estiver em casa.

Respeitar o espaço entre cada tomada, seguindo a sugestão da seguinte tabela de horários, prevenindo assim superdosagens e possíveis reações adversas.

2) Registro da Medicação:
Ao enviar medicamento para ser tomado por seu filho na escola, anotar diariamente na agenda:

  • Nome do medicamento, via de administração, dose indicada (acompanhada de medidor) e horário.
  • Recomendações quanto a forma de administrar o medicamento.
  • Diluições, se necessárias.
  • Indicação, se houver, de manter o medicamento sob refrigeração.

Verificar a data de validade dos medicamentos. Atenção com os antibióticos! Após diluição têm validade de 10 dias.

3) Tipo de via de administração:
Remédios controlados (de tarja preta na embalagem) como anticonvulsivantes, antidepressivos e outros, não devem ser administrados na escola, assim como medicações injetáveis e de uso em nebulização. O uso de medicamentos spray por via oral de inalação ("bombinhas)" só deve ser realizado com a apresentação da prescrição médica e por adulto capacitado para fazer a aplicação corretamente.

4) Indicação Médica:
Não medicar seu filho sem orientação de seu pediatra, mesmo que com remédios aparentemente inofensivos. Os medicamentos enviados de casa para serem administrados na escola devem estar acompanhados da prescrição médica.

5) Prevenção de acidentes:
O medicamento deverá ser enviado na embalagem original, com o nome da criança escrito na caixa e no rótulo. A creche/escola deve ser avisada sobre a medicação na chegada da criança, para que o remédio seja guardado em local próprio e inacessível às crianças.

Dra. Silvia Camara
Coord. Centro de Estudos URMES

DMX Web Solutions